Início > Uncategorized > Vampiro vegano ataca novamente!

Vampiro vegano ataca novamente!

O vampiro vegano ataca novamente !

A saga do bem, o vampiro vegano, criação de Lou de Olivier, em destaque novamente!

Aqui estão todas as boas ações que este projeto tem desencadeado, trazendo mensagem de uma nova consciência de vida. Esta ação multimídia de Lou de Olivier, atualmente, consta em monografias e teses e está disponível em e-books (com renda doada aos animais abandonados e deficientes intelectuais e para a recosntrução do Teatro-Escola Popular), e animação 3D no Youtube. Confira!

Há séculos o tema “vampiro” desperta a imaginação de escritores e leitores. Há uma grande variedade de personagens criados “vampiros”, quase todos tem em comum o horror ao sol, a sede de sangue e até crimes em série. Este vampirinho, em especial, foi criado para mostrar ao público de todas as idades a necessidade de uma nova postura diante da vida e da natureza.

Segundo a autora, Lou de Olivier, o principal objetivo de sua criação é: “Trazer à luz alguém que pudesse ensinar de forma divertida e consciente uma mensagem que vai muito além do amor à natureza e aos animais, é o amor universal, que inclui também amar o próprio corpo e preocupar-se com o que se ingere – em termos de alimentação – e se usa em higiene e beleza.”

Solua, o vampirinho vegano surgiu diante da dificuldade que a autora enfrentava em viagens. Nunca encontrava comidas veganas (como ela gosta) e, em algumas vezes, tinha até que explicar o que é vegano para os donos de hotéis e restaurantes. Imagine, estar com muita fome, querendo apenas comer uma saborosa e nutritiva comida vegana e, ao invés disso, ter que participar de um debate (repleto de explicações sobre veganismo) e deboches, pois muitas vezes ela se via sendo afrontada ou ridicularizada por sua opção vegana de vida. “Em determinado evento – relata a autora – chegaram a me perguntar se eu só comia capim”…

A partir dai, Lou percebeu a necessidade de orientar de forma didática e idealizou todo o projeto. E que bom que ela acreditou no seu ideal e criou este vampirinho diferente e com um propósito tão nobre. Sim, a intenção é das mais nobres; mostrar ao público de todas as idades a necessidade de uma nova postura diante da vida e da natureza.

SOLUA, O VAMPIRINHO VEGANO É MULTIMÍDIA

Atualmente, além dos quatro resumos de episódios em animação 3D, há também camisetas do vampirinho vegano, três e-books sendo dois episódios em formato peça teatral intitulados “Plantando uma nova consciência” e “Ouvindo os animais” e o primeiro episódio também em formato conto. Estes episódios foram recentemente lançados para venda no site Amazon. Os vídeos têm sido repassados e republicados em diversos sites e blogs e já há, inclusive, algumas monografias e teses citando esta atuação socioambiental e animalista de Lou de Olivier. E o mais interessante, há alguns meses, veiculou-se a notícia de uma tribo de índios que se tornou vegana, exatamente como o texto original de Lou de Olivier cita.

Da próxima vez que você quiser ler uma boa aventura protagonizada por vampiros, considere ler um dos episódios de Solua, o vampirinho vegano. Além de aprender veganismo com argumentos fundamentados em Medicina e Nutrição, saiba que com o simples ato de comprar um e-book, já colaborará para uma grande ação social. Nesta nova fase, toda a renda continuará sendo doada em beneficio de animais abandonados e pessoas com deficiência mas irá além da doação pois Lou de Olivier está em fase de levantamento de verba para a reconstrução do Teatro-Escola popular que sua família manteve nas décadas de 80 e início de 90. Então, ao adquirir um dos e-books, você estará colaborando com mais este projeto em benefício de todos.

Os e-books podem ser adquiridos diretamente neste site: http://loudeolivier.com.br/

RolanoBrasil.jor.br

solua-ouvindo (1).jpg

A saga do bem – o vampiro vegano, criação de Lou de Olivier, ataca novamente!

Há séculos o tema “vampiro” desperta a imaginação de escritores e leitores. Há uma grande variedade de personagens criados “vampiros”, quase todos tem em comum o horror ao sol, a sede de sangue e até crimes em série. Este vampirinho, em especial, foi criado para mostrar ao público de todas as idades a necessidade de uma nova postura diante da vida e da natureza.

Segundo a autora, Lou de Olivier, o principal objetivo de sua criação é: “Trazer à luz alguém que pudesse ensinar de forma divertida e consciente uma mensagem que vai muito além do amor à natureza e aos animais, é o amor universal, que inclui também amar o próprio corpo e preocupar-se com o que se ingere – em termos de alimentação – e se usa em higiene e beleza.

Ver o post original 367 mais palavras

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: