Início > Artes/teatro/dança/canto..., Lou de Olivier, Veganismo/Beleza Ana Vegana > Lou de Olivier rompe os padrões ativistas com seu pacífico vampirinho vegano

Lou de Olivier rompe os padrões ativistas com seu pacífico vampirinho vegano

Lou de Olivier, uma pacifista nata, tem se dedicado a levar conhecimento a todos  em diversas áreas. Especificamente em se tratando de veganismo, Lou tem inovado com sua proposta de um veganismo pacífico, não só em seus artigos mas, principalmente, nos episódios de Solua, o vampirinho vegano que mostra informações sobre alimentação saudável, respeito à natureza e a todos os tipos de vida, ensinado de forma amorosa e paciente, quebrando os padrões do ativismo de confronto.lou de olivier

Desde criança, Lou de Olivier tem sido conciliadora, ora de forma pacífica ora de forma confrontante, mas sempre conciliadora e equilibradora de situações.

Seus muitos e diversificados estudos, pesquisas e vivências aliados aos anos de experiências trouxeram a ela, a segurança e o equilíbrio dos mestres, dos que entenderam a essência da vida.

Foi neste equilíbrio e consciência que Lou de Olivier começou a idealizar em 2010 o Projeto Solua, o vampirinho vegano. A partir de 2014, com o lançamento oficial pela Internet, o projeto, embora enfrentando dificuldades financeiras, ausência de apoio e até mesmo um acidente que deixou Lou de Olivier dependendo de muletas e cadeira de rodas por muitos meses, se desenvolveu rapidamente.

Depois de ser lançado em ebooks, cartilhas, camisetas, desenhos de animação 3D, na maioria das vezes apresentado gratuitamente e, nas poucas vendas que obteve sendo doada toda a renda aos animais abandonados, veio então o auge que foi a Mega-apresentação Teatral Vegana, que aconteceu também gratuitamente no período de 03 a 10 de fevereiro de 2017 em diversas cidades brasileiras e também via Internet.

Foi nesta Mega-apresentação, que aconteceu graças ao empenho de Lou de Olivier que organizou e investiu tudo sozinha e a boa vontade dos elencos que acompanham Lou de Olivier desde outras antigas produções, que se teve ideia do quanto o veganismo tem alto grau de rejeição.

Comentários como:

– Veganos são muito radicais, não tem argumentos e não sabem negociar;

– Ativismo é sinônimo de baderna;

– Veganos são pessoas egoístas que defendem animais e pisoteiam os humanos…

Diante desses e outros comentários ouvidos pelos integrantes da Mega-apresentação, Lou de Olivier julgou ser necessário vir a público declarar, em primeiro lugar, que ela tem sempre a postura pacificadora tanto em seu subsite Ana Vegana que traz informações relevantes e bem fundamentadas quanto nos episódios em que a personagem Solua, o vampirinho vegano tem muitas informações sobre alimentação saudável, respeito à natureza e a todos os tipos de vida, sempre fundamentadas em Medicina e Nutrição.

solua-plantando

Em segundo lugar, deve-se frisar que há uma outra forma de explicar veganismo às pessoas sem precisar criar este desagradável clima de rejeição e confronto entre veganos e não veganos. Afinal, pregar amor aos berros não ensina nem sobre amor nem sobre libertação. E há um fato bem alarmante, tanto os animais quanto a natureza não aguentam mais tanta agressão, o próprio organismo humano está no limite de sua ingestão incorreta de alimentos. Não há mais tempo para se ensinar ou aprender sobre o altruísmo. Ou se é ou não se é altruísta. E, como Lou de Olivier já frisou em sua célebre frase: “Até por egoísmo é preciso ser altruísta”, é preciso urgentemente mudar a postura egoísta que move o mundo. E, ao contrário do que se imagina, altruísmo não se aprende com religião ou cursos, se aprende com consciência e experiência. E isso leva tempo. Um tempo que está se extinguindo…

Lou de Olivier está deixando de se apresentar como ativista vegana e passará a se posicionar apenas como pacifista que é o que tem sido desde sempre. Sua conduta tem sido bem diferente do que se entende por ativismo porque ela acredita que “transformar a mentalidade das pessoas gera melhores resultados do que o enfrentamento físico”. “A guerra é feita pelos cruéis sanguinários que, por intermédio do confronto, mudam situações. A paz é feita pelos pacificadores que, por intermédio da informação e do diálogo, mudam as gerações.” solua-ouvindo (1).jpg

Outra decisão importante em relação ao projeto Solua, é que, após tentar, sem sucesso, diversos patrocínios e até uma campanha crowdfunding (em que arrecadou apenas noventa reais), Lou desistiu de pedir patrocínios e propor parcerias e, incrivelmente, tem conseguido concretizar tudo sem verba, mas com coragem e determinação. fica aqui a declaração pública de que o projeto continuará caminhando sozinho, de forma simples mas com muito amor. E o único patrocínio é, foi e será sempre do Eterno. Lou afirma que “O Universo é o melhor patrocinador das causas justas e pelo bem de todos”.

Saiba mais sobre o projeto, acompanhe todos os passos desta Mega-apresentação, veja fotos, assista vídeos dos ensaios e das apresentações, leia e faça comentários acessando: http://soluavampirinhovegano.com.br/

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: