Archive

Posts Tagged ‘vampirinho vegano’

Solua, o vampirinho vegano liberado para montagens teatrais gratuitas.

24 de maio de 2017 4 comentários

Solua ensina, de forma lúdica, veganismo fundamentado em Medicina e Nutrição e mostra, de forma educativa e muito divertida, a necessidade de respeito à natureza e a todo tipo de vida, além da importância de uma boa e saudável alimentação. O vampirinho vegano trata a todos com carinho, respeito e muito amor.

É um pacifista que ensina o amor como arma para a melhoria de vida para todos e a conquista da verdadeira paz entre todos os seres!

 

Desde 2010 quando foi idealizado até hoje já são dois contos, duas peças teatrais, quatro desenhos animados, cartilhas, e-books, bloquinhos, camisetas, gincanas e até a mega-apresentação teatral que reuniu seis grupos teatrais e foi levada à mais de duas mil crianças em seis cidades brasileiras. Tudo isso (incluindo os brindes) tem sido oferecido gratuitamente em eventos presenciais. E está disponível para visualizações na Internet em diversos vídeos de elencos e também nos desenhos animados.

 

Agora, Lou de Olivier inova mais uma vez. Ela decidiu liberar o texto dos esquetes para que possam ser encenados em eventos e/ou escolas, desde que sejam respeitadas algumas regras. O texto deve ser ensaiado e apresentado na íntegra, sem cortes e sem acréscimos, as apresentações devem ser gratuitas e sem nenhum interesse comercial, apenas levar o veganismo a todos e a autoria de Lou de Olivier deve ser citada em toda a divulgação impressa e/ou digital (flyers, banners, etc.).

 

O texto está resumido de forma dinâmica para apenas dois atores, então é possível encená-lo em duplas. Em caso de grupos que tenham estrutura para ensaios e apresentações de todas as personagens, há possibilidade de montagem de uma das peças teatrais na íntegra. Interessados devem escrever para equipe@loudeolivier.com solicitando a senha para download do esquete e/ou informações sobre as peças teatrais na íntegra.

 

Os ensaios e apresentações que forem comunicados à equipe com antecedência (enviando fotos, vídeos, etc.), serão incluídos no site oficial e amplamente divulgados, sendo assim, uma ótima forma de promover as duplas, grupos e eventos participantes e o principal, levar o veganismo bem fundamentado e pacifista ao máximo possível de crianças (e adultos também).

 

Esta é mais uma iniciativa pioneira de Lou de Olivier, sem patrocínios, sem vínculo político ou religioso, apenas a intenção de melhorar o mundo para que todos vivam em paz. Conheça todo o projeto, todas as apresentações, vídeos de elencos, desenhos e muito mais no site oficial: http://soluavampirinhovegano.com.br/

 

Conheça também a loja virtual solidária, diversos e-books a preços populares e toda a renda doada aos animais abandonados e a projetos filantrópicos. Acesse: http://loudeolivier.com.br/

Vampirinho vegano de Lou de Olivier invade a Zona Norte de São Paulo – Brasil

Depois do grande sucesso da mega-apresentação teatral vegana que aconteceu simultaneamente em diversas cidades brasileiras, Lou de Olivier está levando o projeto para diversos locais de São Paulo – SP, sempre com a nobre intenção de ensinar veganismo de forma lúdica e bem fundamentada, o que inclui além do amor aos animais, o amor e o respeito ao meio ambiente e a todos os tipos de vidas. E, desta vez, a boa ação não foi só na apresentação do evento. O ingresso foi um saco de areia de quatro quilos para gatos e toda a arrecadação foi doada aos dezesseis gatinhos cuidados pelo Projeto Animangels.

O local escolhido para iniciar esta nova jornada do projeto vampirinho vegano foi a Zona Norte, em parceria com o Cipen Cursos, que recebeu, neste domingo, dia 07 de maio de 2017, uma produtiva visita do vampirinho vegano por intermédio de desenhos animados, gincana com distribuição de brindes como cartilhas, bloquinhos e camisetas do vampirinho vegano e também uma animada sessão de pintura com lápis de cor. Todas estas atividades divertem e também educam as crianças, cita Lou de Olivier.

A apresentação ainda teve uma palestra resumida proferida por Lou de Olivier, para os adultos que acompanhavam as crianças, sobre os benefícios do veganismo para o meio ambiente, para o organismo humano e para a conquista da verdadeira paz entre todos os seres. Ao final, o jornalista Erasmo de Oliveira que coordena o Projeto Animangels falou um pouco sobre adoção responsável.

A plateia seleta e atenta gostou muito das informações recebidas e as crianças vibraram com os desenhos e as atividades do vampirinho vegano.

Foram arrecadados trinta e seis quilos de areia que já foram levados aos gatinhos. A ideia é repetir o evento periodicamente até mesmo para que as pessoas possam criar o saudável hábito de sair num domingo para diversão e aprendizado de uma nova forma de entender a natureza e os animais.

Saiba mais sobre o Projeto Multimídia Solua, vampirinho vegano, assista aos desenhos animados, a muitos vídeos de ensaios e apresentações, além de conhecer e-books e muito mais em seu site oficial: http://soluavampirinhovegano.com.br/

Saiba mais sobre veganismo bem fundamentado, com dicas de alimentação e beleza vegana, no site Ana Vegana: http://anavegana.loudeolivier.com/

Conheça o Projeto Animangels: https://animangels.wordpress.com/

Saiba mais sobre o Cipen Cursos: http://www.cipencursos.com/

Esta semana o vampirinho vegano estará na zona Norte de São Paulo – Brasil

É esta semana e todos são bem-vindos!

Apresentação Especial Solua, vampirinho vegano

18 de abril de 2017 7 comentários

ATENÇÃO:  Quem vai de metrô ou por qualquer motivo não puder levar um saco de 4 kgs de areia para gatos, poderá optar por doar o equivalente em $$ (aproximadamente R$ 7,00 sete reais) que será utilizado para comprar areia e doar aos gatinhos do Projeto Animangels)

Apresentação especial do Solua, o Vampirinho Vegano na Zona Norte de São Paulo – SP – Brasil.

Dia 7 de maio de 2017, domingo, as 14:30 horas na sede Cipen Cursos, Rua Darzan, 350.
Fica entre a Avenida Cruzeiro do Sul e a Avenida Dr. Zuquim, pertinho do metrô Santana.

Terá apresentação dos desenhos animados do vampirinho vegano, gincana, sorteio de camiseta, cartilha e/ou bloquinho do vampirinho vegano e também uma seção de pintura com lápis de cor.

O ingresso é um saco de areia para gatos (que doaremos aos dezesseis gatinhos cuidados pelo Projeto Animangels).

Compareça e traga suas crianças. Elas vão amar! E você também!

O VAMPIRINHO VEGANO DE LOU DE OLIVIER AGORA É INTERNACIONAL

11 de março de 2017 Deixe um comentário

Além de e-books, cartilhas, desenhos animados, camisetas e peças teatrais já lançados em Português, agora Lou de Olivier inova lançando o primeiro episódio de Solua, o vampirinho vegano traduzido para o Inglês. O projeto todo é filantrópico, não tem nenhum patrocínio nem vínculo político ou religioso, busca plantar uma nova consciência socioambiental e animal e tem renda doada aos cuidadores de animais abandonados. Confira!

 

O Projeto já é bem conhecido há anos e, logo após o sucesso da Mega-apresentação Teatral Vegana que levou o texto “Plantando uma nova consciência” na forma presencial a seis cidades brasileiras e de forma online para o mundo, agora inova mais uma vez.

O primeiro episódio foi traduzido para o Inglês e já está sendo lançado em formato e-book (livro online) com exclusividade, pelo site Amazon. O enredo já é conhecido pelas crianças e adultos brasileiros, mas está sendo grande novidade para as crianças e adultos que falam e leem em Inglês. “Solua, the little vegan vampire” tem a mesma sequência do português. Ele começa comendo muitas frutas no supermercado, vai parar no sítio do Senhor Soom, se envolve com uma tribo de índios e acaba convencendo a todos sobre os benefícios do veganismo para humanos e animais. Destaque também para o gatinho “Miau”, que também vira vegano e até aprende a falar. Em Inglês ele se chama “Meow”. Assim como a renda dos e-books em Português foi doada a cuidadores de animais abandonados e deficientes intelectuais, a renda dos e-books em Inglês também será doada e, se houver uma boa venda dos e-books, a renda também poderá ser usada para a continuidade do projeto que não tem nenhum patrocínio nem vínculo político ou religioso.

Aliás, vale frisar que Lou de Olivier até o momento, não obteve nenhum lucro financeiro neste projeto. A maioria dos materiais, assim como apresentações, tem sido grátis e a renda que entra do pouco que é vendido é investida em rações, medicamentos e outros recursos em auxílio aos cuidadores de animais abandonados. Portanto, este não é um trabalho comercial e não visa lucro financeiro. A atuação é, de fato, plantar uma nova consciência socioambiental e animal, buscando a paz para todos os seres vivos.

A ideia é, em breve, traduzir também o segundo episódio para o Inglês e o primeiro episódio para outros idiomas. Lembrando que o segundo episódio ainda é desconhecido do grande público. Nele, Solua encontra-se com alguns animais como a vaquinha Zuleite, O porquinho Oinc Oinc e a galinha Gigi e, entre muitas aventuras, eles contam como se sentem sendo usados como alimentos dos humanos. Há também uma cena tocante quando Solua encontra um peixinho à procura de sua mãe e precisa contar a ele que ela foi “pescada” pelos humanos e ele agora é um órfão.

Os textos são de autoria de Lou de Olivier e a revisão na tradução é de Erasmo de Oliveira.

Adquira o e-book em Inglês, clicando aqui

Adquira o e-book em Português, clicando aqui

Saiba mais detalhes no site oficial: http://soluavampirinhovegano.com.br

Neste site também é possível assistir quatro episódios em desenho animado (animação 3D), vídeos de apresentações teatrais e muitas novidades.

Sucesso total na Mega-apresentação teatral vegana!!!

17 de fevereiro de 2017 Deixe um comentário

solua-plantandoO projeto já é conhecido por muita gente: Solua, o vampirinho vegano, trazendo informações preciosas sobre alimentação saudável, respeito à natureza e a todos os tipos de vida. Já foi disponibilizado em e-books, cartilhas, camisetas, contação de histórias, gincanas, animação 3D… mas o auge mesmo foi a Mega-apresentação Teatral Vegana que aconteceu, com muito sucesso, entre 03/02 e 10/02/2017 em diversas cidades brasileiras e também online.

A ideia inicial da Mega-apresentação Teatral Vegana originou-se do irmão da Lou de Olivier, o Jornalista Erasmo de Oliveira que, durante uma reunião de patrocínio (que não se concretizou), sugeriu a apresentação de esquetes do vampirinho vegano em todas as lojas da empresa no Brasil todo. A empresa, receosa de perder seu rico dinheirinho com uma ideia tão mirabolante, recusou a proposta. Mas Lou de Olivier acreditou, amadureceu a ideia e, com a colaboração de diversos elencos que já participaram de outras peças teatrais de sua autoria, realizou este excepcional evento que inovou a forma de apresentação teatral e levou a quase duas mil crianças e aproximadamente 200 adultos os conceitos de Veganismo fundamentados em Medicina e Nutrição.

Todos os participantes empenharam-se ao máximo, mas os destaques ficaram para Gicelda Petrole me_gicelda(do elenco de São Paulo – SP, dirigido por Lou de Olivier) que fez uma pesquisa sobre todos os tipos de frutas, legumes e verduras para melhor ensinar às crianças.

 

me_danival

Em Aparecida – SP, sob direção de Danival Mascarini, aconteceram apresentações em escolas e no salão da Secretaria de Cultura da cidade de Aparecida que apoiou o projeto junto ao Prefeito Sr. Ernaldo Cesar Marcones, ou seja, deram uma grande demonstração de união e interesse pelo novo conhecimento.

me_marcia

Em Fortaleza – CE, a Cia Introspectus, sob direção de Márcia Ribeiro, mostrou todo o seu talento e empenho nesta Mega-apresentação Teatral Vegana. Márcia Ribeiro e Felipe Ferreira deram um show de interpretação, apresentando-se em dois horários no Colégio Futuro Mestre.

vlcsnap-00005

 

 

Em Itanhaém, a inovação ficou por conta da Cia Teatro Galpão de Itanhaém, sob direção de Sílvio Mello (que também é vegano), o elenco formado por crianças também deu um show de interpretação e apresentou tanto o ensaio aberto quanto a apresentação oficial por sistema stream (online).

 

O elenco de Campo Grande – MS, enfrentou problemas com uma súbita enfermidade da diretora Beth Terras, mas também deu sua colaboração ao evento. Assim também o ator Narciso Campos precisou afastar-se da produção em São Paulo – SP, por motivos de saúde,mas deixou sua colaboração em fotos e vídeos dos ensaios.

E assim, o que era pra ser apenas um dia, virou uma semana de grandes apresentações. É Solua, o vampirinho vegano conquistando a todos com seus conselhos e seu amor pela natureza, pelos animais e por todos os tipos de vida. Confira a programação no site oficial, acompanhe os melhores momentos dos ensaios e das apresentações. Acesse: http://soluavampirinhovegano.com.br

Lou de Olivier rompe os padrões ativistas com seu pacífico vampirinho vegano

17 de fevereiro de 2017 Deixe um comentário

Lou de Olivier, uma pacifista nata, tem se dedicado a levar conhecimento a todos  em diversas áreas. Especificamente em se tratando de veganismo, Lou tem inovado com sua proposta de um veganismo pacífico, não só em seus artigos mas, principalmente, nos episódios de Solua, o vampirinho vegano que mostra informações sobre alimentação saudável, respeito à natureza e a todos os tipos de vida, ensinado de forma amorosa e paciente, quebrando os padrões do ativismo de confronto.lou de olivier

Desde criança, Lou de Olivier tem sido conciliadora, ora de forma pacífica ora de forma confrontante, mas sempre conciliadora e equilibradora de situações.

Seus muitos e diversificados estudos, pesquisas e vivências aliados aos anos de experiências trouxeram a ela, a segurança e o equilíbrio dos mestres, dos que entenderam a essência da vida.

Foi neste equilíbrio e consciência que Lou de Olivier começou a idealizar em 2010 o Projeto Solua, o vampirinho vegano. A partir de 2014, com o lançamento oficial pela Internet, o projeto, embora enfrentando dificuldades financeiras, ausência de apoio e até mesmo um acidente que deixou Lou de Olivier dependendo de muletas e cadeira de rodas por muitos meses, se desenvolveu rapidamente.

Depois de ser lançado em ebooks, cartilhas, camisetas, desenhos de animação 3D, na maioria das vezes apresentado gratuitamente e, nas poucas vendas que obteve sendo doada toda a renda aos animais abandonados, veio então o auge que foi a Mega-apresentação Teatral Vegana, que aconteceu também gratuitamente no período de 03 a 10 de fevereiro de 2017 em diversas cidades brasileiras e também via Internet.

Foi nesta Mega-apresentação, que aconteceu graças ao empenho de Lou de Olivier que organizou e investiu tudo sozinha e a boa vontade dos elencos que acompanham Lou de Olivier desde outras antigas produções, que se teve ideia do quanto o veganismo tem alto grau de rejeição.

Comentários como:

– Veganos são muito radicais, não tem argumentos e não sabem negociar;

– Ativismo é sinônimo de baderna;

– Veganos são pessoas egoístas que defendem animais e pisoteiam os humanos…

Diante desses e outros comentários ouvidos pelos integrantes da Mega-apresentação, Lou de Olivier julgou ser necessário vir a público declarar, em primeiro lugar, que ela tem sempre a postura pacificadora tanto em seu subsite Ana Vegana que traz informações relevantes e bem fundamentadas quanto nos episódios em que a personagem Solua, o vampirinho vegano tem muitas informações sobre alimentação saudável, respeito à natureza e a todos os tipos de vida, sempre fundamentadas em Medicina e Nutrição.

solua-plantando

Em segundo lugar, deve-se frisar que há uma outra forma de explicar veganismo às pessoas sem precisar criar este desagradável clima de rejeição e confronto entre veganos e não veganos. Afinal, pregar amor aos berros não ensina nem sobre amor nem sobre libertação. E há um fato bem alarmante, tanto os animais quanto a natureza não aguentam mais tanta agressão, o próprio organismo humano está no limite de sua ingestão incorreta de alimentos. Não há mais tempo para se ensinar ou aprender sobre o altruísmo. Ou se é ou não se é altruísta. E, como Lou de Olivier já frisou em sua célebre frase: “Até por egoísmo é preciso ser altruísta”, é preciso urgentemente mudar a postura egoísta que move o mundo. E, ao contrário do que se imagina, altruísmo não se aprende com religião ou cursos, se aprende com consciência e experiência. E isso leva tempo. Um tempo que está se extinguindo…

Lou de Olivier está deixando de se apresentar como ativista vegana e passará a se posicionar apenas como pacifista que é o que tem sido desde sempre. Sua conduta tem sido bem diferente do que se entende por ativismo porque ela acredita que “transformar a mentalidade das pessoas gera melhores resultados do que o enfrentamento físico”. “A guerra é feita pelos cruéis sanguinários que, por intermédio do confronto, mudam situações. A paz é feita pelos pacificadores que, por intermédio da informação e do diálogo, mudam as gerações.” solua-ouvindo (1).jpg

Outra decisão importante em relação ao projeto Solua, é que, após tentar, sem sucesso, diversos patrocínios e até uma campanha crowdfunding (em que arrecadou apenas noventa reais), Lou desistiu de pedir patrocínios e propor parcerias e, incrivelmente, tem conseguido concretizar tudo sem verba, mas com coragem e determinação. fica aqui a declaração pública de que o projeto continuará caminhando sozinho, de forma simples mas com muito amor. E o único patrocínio é, foi e será sempre do Eterno. Lou afirma que “O Universo é o melhor patrocinador das causas justas e pelo bem de todos”.

Saiba mais sobre o projeto, acompanhe todos os passos desta Mega-apresentação, veja fotos, assista vídeos dos ensaios e das apresentações, leia e faça comentários acessando: http://soluavampirinhovegano.com.br/

%d blogueiros gostam disto: